NOTÍCIAS

Comitê Técnico de Acompanhamento do PLAMUS se reúne em São José


06/06/2014

Técnicos e gestores de São José acompanham a apresentação dos primeiros resultados do PLAMUS  (Foto: Ricardo Farias)
Técnicos e gestores de São José acompanham a apresentação dos primeiros resultados do PLAMUS (Foto: Ricardo Farias)

Uma nova etapa do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis - PLAMUS está começando. O CTA - Comitê Técnico de Acompanhamento do projeto, composto por membros da sociedade civil e técnicos das prefeituras envolvidas, se reuniu na última quinta-feira (05), no Centro de Atenção à Terceira Idade (CATI) de São José, para debater os resultados obtidos no projeto até o momento.

Guilherme Medeiros, coordenador técnico do PLAMUS pela SC Parcerias, explica que o objetivo principal de disponibilizar os relatórios antes da publicação do plano é justamente possibilitar que sejam inseridos novos comentários ao trabalho.

Entre os participantes estão o vice-prefeito de São José, José Natal, o secretário de Planejamento, Bernardo Meyer, técnicos de diferentes secretárias de São José e Biguaçu, além do consultor Bruno Malburg, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), financiador do PLAMUS.

Carlos Eduardo Gondim, consultor da Strategy&., conduziu este encontro, trazendo exemplos de planejamento urbano de outras cidades de médio e grande porte. “Podemos imaginar uma situação em que se estimula o uso do transporte coletivo, através da implantação de sistemas de alta capacidade, como o BRT. Simultaneamente, vai se desestimulando o uso dos automóveis através da redução do número de vagas e do aumento do valor do estacionamento nos centros urbanos. Essas são ações casadas e complementares que auxiliam nas soluções de mobilidade”, refletiu Gondim.

Durante o debate, o vice-prefeito de São José declarou que a distância dos centros de São José, Palhoça e Biguaçu não chega a quatro quilômetros e que são percursos que podem perfeitamente ser percorridos de bicicleta, por meio de ciclovias. “Este já seria um grande início para a mobilidade urbana da nossa região", disse José Natal.

As reuniões do CTA serão quinzenais e itinerantes, passando pelos municípios e instituições que fazem parte do projeto e envolvendo sempre os técnicos e gestores das secretarias e órgãos que atuam nas questões de mobilidade, infraestrutura e desenvolvimento urbano.

Acompanhe o www.plamus.com.br para saber quais serão os próximos CTA’s. 


COMPARTILHE

Consórcio

Comunicação e Participação Social

Pesquisas

Cooperação Técnica

Estudo de Mercado

Transporte não-motorizado

© PLAMUS 2013 - Comtacti